Esportes em Pauta ESPECIAL 08 - O Motorhome do esportes em pauta falando sobre o GP de Mônaco de Fórmula 1!

 O Podcast Esportes em Pauta está no ar! Nesse episódio, falamos sobre tudo que aconteceu no GP de Mônaco de Fórmula 1, com a vitória de Max Verstappen. Em um GP que é cheio de história e tem um cenário deslumbrante, houve agitação antes da largada. Charles Leclerc, o pole, não conseguiu largar devido a danos no seu carro durante a classificação no sábado. Também comentamos sobre a largada inteligente de Verstappen. O holandês largou um pouco na diagonal, se protegendo de Bottas, que tinha espaço livre devido à ausência de Leclerc. O piloto da Mercedes protagonizou um dos momentos de destaque da corrida: na parada, a porca da roda dianteira direita ficou presa e ele teve que abandonar. E Hamilton? Em um fim de semana abaixo, o heptacampeão conseguiu o sétimo melhor tempo na classificação, pulou pra sexto devido ao abandono de Leclerc antes da largada e terminou em sétimo, sendo o último na volta do líder. Outro ponto de destaque foi algo que ecoou na cabeça da apresentadora e dos espec

 

O JOVEM HERÓI INGLÊS

Imagem: Getty Images


    Com 23 anos, Marcus Rashford é, atualmente, um dos principais nomes quando se trata de futebol inglês. Nascido em Manchester, o jovem atacante é extremamente habilidoso no campo – mas seus feitos extraordinários vão além dos 90 minutos.

    Em 11 de junho desse ano de 2020, Rashford arrecadou, em conjunto com a instituição de caridade britânica FareShare, a quantia necessária para fornecer alimentos a 3 milhões de crianças, que usavam a educação para se alimentarem, e que – por conta da pandemia mundial – as escolas estando fechadas, encontravam-se desamparadas. Contudo, ele deixou claro que sua luta não acabaria aí.

    No dia 14 de junho, o jogador postou, em suas redes sociais, uma carta aberta ao parlamento britânico, pedindo o apoio na luta contra a fome infantil e a reconsideração do corte de fornecimento de alimentos durante as férias de verão.

    A boa notícia veio! Além das férias de verão, o governo anunciou que forneceria os fundos necessários para o projeto seguir em frente – incluindo o Natal de 2020, a Páscoa de 2021 e o Natal de 2021.

    Em sua carta, Rashford compartilhou depoimentos sobre sua infância e as dificuldades pelas quais sua mãe passou para dar todo o sustento imprescindível a ele. Atualmente, muito ouvimos de esportistas, mas nem sempre somos agraciados com ações tão solidárias quanto à do Red Devil, que tomou uma belíssima iniciativa, lembrando-se dos obstáculos que enfrentou para chegar ao ambiente economicamente confortável em que vive hoje.

    “O sistema não foi construído para famílias como a minha terem sucesso, independentemente do quanto minha mãe trabalhasse.” –  afirmou em sua carta.


Marcus Rashford e sua mãe ajudando na campanha de caridade para disponibilizar alimentos para crianças carentes.
Imagem: ITV

    Rashford ouviu e aumentou a voz dos pais, dos trabalhadores que estavam sofrendo com a preocupação e o peso de não conseguirem sustentar seus filhos. Mostrou que, mesmo estando numa situação diferente, continua sendo grato por tudo que conquistou e sendo fiel a suas origens.

    “Afiliações políticas à parte, não podemos todos concordar que nenhuma criança deveria ir dormir com fome?” – questiona Rashford.

    São atitudes como essa que precisamos ver cada vez mais – pessoas influentes que usam sua voz, seu alcance para fazer o bem à sociedade. O pedido emocionante do jogador mudou a vida de inúmeras famílias inglesas durante a pandemia, e seus feitos não serão esquecidos. O inglês recebeu um doutorado honorário da Universidade de Manchester pela sua luta contra a pobreza infantil e um prêmio especial da BBC de personalidade do ano.

    Entenda: sem a gentileza e generosidade da comunidade que eu tinha ao meu redor, não haveria o Marcus Rashford que você vê hoje: um negro de 22 anos que teve a sorte de fazer uma carreira jogando um jogo que eu amo.”

    Um ídolo tão jovem que nos mostrou, mais uma vez, que o futebol vai muito além do campo – é questão de humanidade. A Inglaterra tem um novo herói nesses tempos tão difíceis e seu nome é Marcus Rashford.


Por Luísa Oliveira


Postagens mais visitadas deste blog

Grêmio sofre virada por interferência da arbitragem. Estilo de jogo do Indepiendente escancara o péssimo jogo do Internacional no GreNal.

Mudança do Jogo do Grêmio escancara a possível disparidade técnica na Libertadores

Podcast Esportes em Pauta - 1º Turno do Brasileirão